UNIPAR - Hospital Veterinário

Hospital
Veterinário

OUVIDORIA TRABALHISTA

Atendimento

Ligue: (44) 3621 2550

Você está aqui: Institucional  >  Dicas

INSTITUCIONAL

Dicas

Posse responsável de cães e gatos

Antes de adquirir um animal, considere que ele pode viver por até 15 anos ou mais. Consulte os familiares para ver se todos concordam com a aquisição e se há recursos financeiros para sustentar o animal. Combine quem vai cuidar dele nas férias e feriados prolongados.

Adote animais de abrigos (vacinados e castrados) em vez de comprar por impulso.

Informe-se sobre as características e necessidades da espécie e raça escolhida (espaço, comportamento).

O animal deve sempre ficar em casa, nunca solto na rua. Para os cães está recomendado pelo menos um passeio diário, mas sempre na coleira e acompanhado de uma pessoa que consiga conter o animal.

Cuide da sáude do animal, levando-o regularmente ao médico veterinário, vacinando, dando banho, alimentando com ração de boa qualidade e praticando atividade física. A saúde psicológica também é importante com carinho, atenção e ambiente adequado.

Recolha os dejetos do animal (cocô) e jogue em local adequado.

Identifique o animal com plaqueta ou microchip.

Evite as crias indesejadas, castrando machos e fêmeas antes de se tornarem adultos (o ideal é castrar por volta dos seis meses de idade). A castração é a única medida definitiva para controlar a reprodução e não tem contraindicações. Não administre “vacina” para evitar gestação. São fármacos perigosos e que causam diversos problemas colaterais muito graves. A castração protege os machos e as fêmeas de várias doenças como câncer de mama e de próstata.

 

Vermifugação de cães e gatos

Cães e Gatos filhotes: Primeira dose com 15 dias de vida, com reforço após 15 dias (segunda dose).

Após este esquema, a vermifugação é mensal, até o sexto mês de vida. Em animais adultos, a vermifugação deve ocorrer de quatro em quatro meses.

Se o animal não sai à rua pode-se aumentar o intervalo, vermifugando apenas anualmente.

Recomenda-se mudar sempre o vermífugo (fazer rodizio), evitando-se usar sempre o mesmo medicamento.

 

Vacinação de cães e gatos

Antes de ser vacinado o filhote deve ser examinado pelo médico veterinário para que seja verificado se está apto a ser vacinado. Só o médico veterinário pode dizer se ele está apto ou não. Evite a vacina de “balcão”.

Antes de vacinar, se informe sobre a conservação da vacina. As vacinas devem ser conservadas em geladeira sempre. Portanto, observe quando o profissional for fazer a vacina se ele retirou da geladeira. Não se esqueça de observar a validade na embalagem.

A vacina não faz mal. No entanto, alguns animais podem ter reações leves como febre ou falta de apetite. Se tais reações durarem mais de 48 horas, o médico veterinário deve ser consultado.

Vacinas de boa qualidade tem certo custo. Desconfie se a vacina estiver muito mais barata do que em outros locais.

Conserve o cartão de vacina atualizado e cuide dele como documento.

Enquanto o filhote não tiver com todas as vacinas em dia, ele não deve sair na rua, e deve-se tomar cuidado para que ele não tenha contato com outros animais.

 

Redes sociais